Confira as novas diretrizes para obter seu visto para o Japão
Japão

Confira as novas diretrizes para obter seu visto para o Japão

Escrito por Rayssa Cunha | Publicado em:
Avalie esta matéria

Este blogpost foi escrito inteiramente por humanos e não foi patrocinado. Apesar disso, se você comprar através de nossos links, nós ganhamos uma comissão. Assim você ajuda a manter o Dona Arquiteta no ar! Boa leitura.

Visto para Japão

Se você está planejando uma viagem para as terras nipônicas, é essencial estar bem informado sobre as novas diretrizes relativas ao visto para o Japão. Recentemente, foi implementada  uma medida significativa para os brasileiros que desejam visitar o país asiático. 

Desde 30 de setembro de 2023, está em vigor a isenção de visto entre o Brasil e o Japão, uma maravilha, né?! Contudo, é fundamental que você esteja atento aos detalhes para aproveitar essa oportunidade. Nosso artigo irá te deixar informado sobre tudo o que precisa saber para conseguir sua isenção.

Tóquio é uma cidade extremamente movimentada, que mescla o contemporâneo com o tradicional.
Tóquio, a capital japonesa | Foto: Jezael Melgoza na Unsplash (reprodução)

Essa isenção é fruto de um acordo bilateral, o que significa que tanto os brasileiros que desejam ir para o Japão quanto os japoneses que desejam visitar o Brasil, para fins turísticos não necessitam de visto. A princípio, este acordo terá uma duração de três anos, vigorando até 30 de setembro de 2026. Portanto, se você deseja visitar o Japão, é aconselhável começar a se preparar para aproveitar a isenção de visto durante esse período.

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Quem pode obter a isenção de visto para o Japão

Com base no acordo firmado entre os dois países, brasileiros e japoneses portadores de passaporte comum podem usufruir da isenção de visto, desde que a estadia não exceda 90 dias.

A razão para essa medida é clara: a isenção de visto facilita o turismo, o que, por sua vez, promove o crescimento desse setor e contribui significativamente para a economia de ambos os países.

PUBLICIDADE

Booking.com

FIM DA PUBLICIDADE

No entanto, é importante ressaltar que essa isenção se aplica exclusivamente a viagens de turismo. Aqueles que pretendem viajar ao Japão para trabalhar ou estudar ainda precisarão obter o visto adequado.

Quioto é uma ampla cidade, repleta de histórias e tradições japonesas.
Quioto é a antiga capital do Japão e muito conhecida por seus templos budistas | Foto: Su San Lee na Unsplash (reprodução)

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Documentos para isenção do seu visto para o Japão

O fato de você não precisar tirar mais seu visto já facilita muito na hora de separar os documentos para viagem, né?! Mas não fique acomodado, lembre-se que você ainda precisa entrar com um pedido para obter sua isenção. Abaixo fizemos uma lista com tudo que você irá precisar:

  • Passagens de ida e volta válidas;
  • Seu passaporte brasileiro;
  • Comprovante que você possui algum tipo de hospedagem no Japão;
  • Comprovação que há recursos financeiros suficientes para sua visita ao país;
  • Ficha criminal limpa.

Mesmo com a isenção do visto para o Japão, vamos sempre ressaltar que você só pode usufruir desse visto se deseja permanecer no país por até 90 dias. Importante respeitar esse prazo para que você não tenha problemas maiores e uma viagem a lazer se torne um problema, certo?!

PUBLICIDADE

Booking.com

FIM DA PUBLICIDADE

Tipos de vistos para o Japão

Já falamos aqui que você pode conseguir isenção do visto, caso deseje viajar a turismo. Contudo, se deseja ir a trabalho ou estudo para o país nipônico, não se preocupe, também temos algumas informações para te atualizar.

Osaka pode ser dividida entre seu lado moderno e seu lado histórico, os dois extremamente fascinantes.
Osaka é a cidade ideal para quem deseja aproveitar a vida noturna no Japão, além de ser bem próxima de Tóquio | Foto: Redd F na Unsplash (reprodução)

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Vistos de estudo para o Japão

Este é o visto que você necessita, se deseja se matricular e estudar em escolas ou universidades. A validade deste visto varia de acordo com o curso que você irá realizar, podendo ser de 6 meses a 2 anos. Se o seu curso levar mais do que 2 anos, não precisa se desesperar, o visto pode ser renovado nesses casos.

O visto de estudante possibilita que seus usuários possam participar de programas estudantis e o principal, você pode realizar estágios na área da sua graduação.

Visto de trabalho para o Japão

Já este visto é o ideal para quem irá ao Japão com um trabalho definido e sua duração será de acordo com o ofício que você irá realizar no país. Uma informação muito importante, não pense que será fácil conseguir esse visto, caso você não tenha um trabalho certo no Japão, pois esse visto só costuma ser liberado com os documentos referentes ao seu empregador no Japão.

Se você deseja tirar o visto para Japão e conhecer tudo sobre a cultura nipônica, não pode deixar de apreciar a Sakura, um símbolo japonês.
A flor de Cerejeira, também conhecida como Sakura, é considerada a flor nacional do Japão | Foto: Redd F na Unsplash (reprodução)

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Documentos para tirar visto para Japão

Após você escolher qual visto irá precisar para ir ao Japão, é necessário que você entre no site da Embaixada do Japão para procurar toda documentação, pois cada visto exige uma documentação diferente. Por exemplo, os documentos que um estudante precisa apresentar são diferentes dos documentos que um trabalhador necessita.

Com a documentação em mãos, o próximo passo é marcar o seu agendamento em algum consulado mais próximo da sua residência. Alguns consulados que você pode consultar:

  • Embaixada do Japão, em Brasília;
  • Consulado do Japão em Belém;
  • Consulado do Japão em Manaus;
  • Consulado do Japão no Recife;
  • Consulado do Japão no Rio de Janeiro;
  • Consulado do Japão em São Paulo;
  • Consulado do Japão em Curitiba;
  • Escritório consular do Japão em Porto Alegre.
Visto para japão

Para emitir o visto, é preciso que você realize o pagamento das taxas e o valor irá variar conforme o tipo de visto solicitado. O pagamento pode ser efetuado online ou presencialmente, em dinheiro. Nós aconselhamos que você veja o site do Consulado do Japão para se informar sobre os valores, pois mudam anualmente, então sempre é bom estar atualizando.

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Você gostou do nosso conteúdo de hoje? Constantemente temos publicados dicas e informações sobre viagem. São centenas de destinos e dicas para quem tem paixão tanto para conhecer o mundo, quanto para conhecer os melhores designs. Você pode conferir todos os nossos conteúdos aqui no Blog e acompanhar as novidades pelas nossas redes sociais Instagram | Twitter | Facebook

Leia mais:

referências

*Atenção: Preços tomam como base a data de redação deste conteúdo. Podem sofrer alterações a qualquer momento e sem aviso prévio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top