Dicas de onde Ficar: Phuket
SALA Phuket — Tailandia, luxo e praia

SALA Phuket : Tailândia, luxo e praia

SALA Phuket — Mai Khao, nº 333. Thalang District, Phuket. Tailândia
+66 76 338 888
A partir de US $187,48 (diária)*

À noroeste de Phuket, ao longo da praia de Mai Khao, se destaca um resort luxuoso e gigantesco. Imagine nadar em piscinas de borda infinita, com total privacidade, e então sentar em pufes na praia — para beber drinks carregados de aromas da Ásia.

Ao fim da tarde, jantar num charmoso terraço com uma visão espetacular do pôr-do-sol. Paradisíaco, não é? Esse é o SALA Phuket, tema deste post.

Receba nossos posts em seu e-mail



    SALA Phuket — Tailandia, luxo e praia
    Cortesia do Hotel

    O SALA PHUKET DE MAI KHAI

    A Phuket é a maior ilha da Tailândia e nome de uma das cidades. A história de Phuket envolve grande contato com portugueses no século XVI. Eles criaram portos na ilha como parte de sua rota de especiarias entre Ásia e Europa.

    Dancing Skeleton Stamp paper source
    R$10,95
    bule de cerâmica
    Bule boobam
    R$310,00
    Fruteira Stacks
    Fruteira Stacks boobam
    R$6.450,00
    Mesa Lateral Lotte hometeka
    R$282,00

    No centro de Phuket, em Thalang Road, você consegue perceber a influência dos portugueses na arquitetura. Seria difícil apontar que as pequenas lojas não são de alguma cidade do Brasil, como Ouro Preto ou Paraty.

    SALA Phuket — Tailandia, luxo e praia
    Thalang Road, no centro de Phuket | Créditos de imagem: Estúdio CEphoto, Uwe Aranas

    É nessa cidade, em Mai Khai Beach que a rede SALA instalou um resort de luxo com grande escala. Seu projeto, concluído em 2007, foi fortemente influenciado por essa fusão cultural entre Ásia e Europa.

    Conforme o próprio escritório responsável pelo projeto:

    Em uma condição complexa de paisagem e estilo de vida asiáticos contemporâneos — que não é mais puramente oriental, nem inteiramente ocidental — o projeto não recusa a cultura contemporânea, nem se desvincula de sua história. A arquitetura reflete a coexistência da cultura em vez de negá-la. (…) O local do projeto – Phuket – tem uma longa história de cruzamento cultural entre chineses, europeus, malaios e tailandeses.

    Department of ARCHITECTURE
    SALA Phuket : Tailândia, luxo e praia
    Cortesia do Hotel

    O design deste projeto foca na dimensão da experiência. São os sentidos humanos que norteiam e tornam este projeto especial. A arquitetura e sua estrutura são mais modestas que agressivas, mesmo que luxuosas. A intenção é conectar o hóspede, sem limites, à natureza quase intocada da região.

    SALA Phuket — Tailandia, luxo e praia
    Cortesia do Hotel

    O CLIENTE DO PROJETO

    O projeto foi encomendado pela rede SALA Hospitality Group. A empresa tem opera na Tailândia, com oito grandes propriedades em seu portifólio de hospedagem. A empresa é famosa por oferecer serviços intimistas e luxuosos aos seus hóspedes.

    A empresa é acionista majoritária do Six Senses Resort, instalado em Koh Samui (também na Tailândia). A marca Six Senses é considerada referência na oferta de hospedagens de luxo no mundo inteiro (o que inclui também o Brasil, com uma de suas unidades instaladas em Campos do Jordão). A empresa oferece o que há de mais alto padrão em hotelaria.

    SALA Phuket : Tailândia, luxo e praia
    Six Senses Botanique, em Campos do Jordão | Cortesia do Hotel

    A rede SALA é detentora de duas marcas hoteleiras: a SALA Resorts & Spa e a Sala Boutique. Entre as propriedades da primeira marca, dedicada às experiências glamourosas e em maior escala, está o resort SALA Phuket.

    A marca SALA Boutique é mais intimista, com acomodações confortáveis instaladas em lugares pitorescos. Entre as opções de hospedagem da marca SALA Boutique, encontramos por exemplo o Sala Ayuttaya (construído às margens do rio Chao Phraya e próximo de inúmeras ruínas históricas).

    Conhecer os projetos do grupo SALA fornece bons estudos de como a arquitetura permite oferecer experiências de hospedagem em grande escala, com garantia de privacidade e luxo.

    SALA Phuket — Tailandia, luxo e praia
    Cortesia do Hotel

    OS RESPONSÁVEIS PELO PROJETO

    O projeto foi liderado pela empresa Department of ARCHITECTURE. A empresa tailandesa tem sede em Bangkok e trabalha também com projetos de design de interiores e paisagismo.

    A companhia já tem experiência com projetos grandes no setor de hospitalidade, a maioria na própria capital tailandesa. Dois deles, inclusive, encomendados pela rede SALA: também foram responsáveis por projetar o SALA Bang Pa-in.

    SALA Phuket — Tailandia, luxo e praia
    Cortesia do Hotel

    Neste projeto, foram responsáveis pelas estruturas principais, interiores e pelo paisagismo. Os arquitetos responsáveis foram os fundadores da Department of ARCHITECTURE Amata Lhupaiboon e Twitee Vajrabhaya Teparkum. O projeto também envolveu outros parceiros.

    As principais etapas e empresas envolvidas foram:

    • Arquitetura externa/interna Department of ARCHITECTURE
    • paisagismo: Department of ARCHITECTURE;
    • iluminação: Accent Studio;
    • engenharia estrutural: SPC Consulting Engineers;
    • gestão de obras: Build Construction Management;
    • fornecimento do mobiliário: New Muanghong Furniture;

    A escolha da empresa de Amata e Twittee não foi por acaso. Amata, também diretor da empresa, tem experiência com projetos que consideram o clima e cultura da região. Em entrevista à Stir World ele comenta que:

    Eu entendo e estou acostumado com a arquitetura tradicional tailandesa. Não tanto como arquiteto, mas como um residente de Bangkok por meio século. Eu sei como o projeto responde ao clima tropical da Tailândia, como reflete o estilo de vida tailandês contemporâneo e a estética tailandesa. Esses entendimentos influenciam intencional e intuitivamente nossos projetos em todas as dimensões. Desde o planejamento, volume de construção, seleção de materiais, tratamento de fachadas até os mais finos detalhes arquitetônicos.

    Amata Luphaiboon, co-fundador e diretor da Department of ARCHITECTURE
    dona-arquiteta-sala-phuket-tailandia-resort-041
    Cortesia da Department of ARCHITECTURE

    Você pode encontrar a entrevista na íntegra no final deste post.

    DESIGN DE INTERIORES

    O designer que assina os interiores do projeto se chama Gasinee Chieu, da equipe da Department of ARCHITECTURE. Ele também foi responsável pelos interiores de outras propriedades da rede SALA como o Lanna e o Bang Pa-in.

    Acompanhando a proposta do Sala Phuket, os interiores foram projetados com o objetivo de evitar a noção de limites entre os ambientes internos e a paisagem idílica circundante. Os espaços foram planejados para criar uma percepção de experiências contínuas, como se cenas fossem sendo reveladas aos hóspedes através de uma moldura de madeira.

    A experiência alcança seu clímax na área frontal do resort, onde piscinas e o restaurante fornecem uma visão quase irrestrita do mar.

    dona-arquiteta-sala-phuket-tailandia-resort-041
    Cortesia do Hotel

    O elemento madeira, orgânico e representativo, desliza suavemente por linhas que cruzam e rompem com os tons pálidos. Está presente, em sua matéria bruta, nas colunas e móveis. De maneira mais simbólica, surge nos tons pastéis presentes em tecidos.

    Ela se destaca principalmente no interior do restaurante do resort. No teto, formas onduladas e sobrepostas rompem com o padrão das ripas de madeira.

    Os quartos são espaçosos. O concreto, liso e cinza-claro, preenche o piso e as paredes, fornecendo um efeito calmante. São ambientes românticos, com camas cobertas por pilhas de travesseiros, banheiros com vista para as piscinas (privativas) e chuveiros ao ar livre. Todas as Villas contam com jardins cercados por altas paredes.

    dona-arquiteta-sala-phuket-tailandia-resort-041
    Cortesia do Hotel

    O PROJETO SALA PHUKET

    O projeto do Sala Phuket abrangeu uma área de 32.000m², sendo 15.000m² de construção, e um investimento de aproximadamente 15 milhões de dólares. O Sala Phuket tem um programa complexo que envolveu tanto a construção das estruturas de apoio e lazer quanto o desenvolvimento das 78 Villas.

    Caso não esteja habituado ao termo, Villa é o nome dado às estruturas de hospedagem que funcionam como moradias isoladas do entorno. Apesar de duas Villas ainda poderem serem integradas numa única estrutura, elas serão completamente independentes e terão áreas de lazer separadas. O modelo permitem aos hóspedes extraírem o máximo da experiência de um , com privacidade no mesmo nível.

    (Na sequência) esboços do plano mestre, do restaurante e de Villa | Cortesia da Department of ARCHITECTURE

    Entre as estruturas de apoio que fizeram parte do projeto estão a construção as duas piscinas principais (compartilhadas), o Spa, o restaurante, dois bares, o Lobby, uma loja de presentes, o escritório e a área de serviços.

    Direcionado pela proposta do moderno que respeita tradições regionais, o projeto envolveu – principalmente – o uso do concreto reforçado, alvenaria, madeira e vidro.

    dona-arquiteta-sala-phuket-tailandia-resort-041
    Cortesia do Hotel

    AS REFEIÇÕES DO SALA PHUKET

    O restaurante foi concebido para ser um amplo espaço aberto, com vista para as piscinas e mar. A estrutura contempla uma cobertura preparada para os românticos, tendo como paisagem principal o pôr-do-sol. Ver este fenônome da natureza na cobertura do restaurante perde em beleza apenas para a mesma visão a partir do bar. E tal comparação é injusta, já que bar envolve uma coleção de pufes instalados na praia.

    Cortesia do Hotel

    Destaques do cardápio* são as almôndegas de cordeiro Massaman e a barriga de porco crocante, coberta com flores e acompanhada de purê de abóbora. É uma combinação saborosa de aromas tailandeses e asiáticos.

    Se a intenção é conhecer os verdadeiros sabores da Tailândia, o resort recomenda o “Kanon Jeen”: um caril feito de peixe-vermelho cozido lentamente, servido com macarrão de arroz chinês e legumes locais (frescos e em conserva).

    SALA Phuket : Tailândia, luxo e praia
    Caril de Peixe-Vermelho | Imagem de divulgação do Resort

    Quem busca uma boa refeição no SALA Phuket pode tanto se servir no SALA Restaurant (com seus peixes frescos e culinária internacional), quanto ir em um dos bares. Os bares, que são dois, são o Beach Bar e o Lobby Bar. O primeiro está instalado na praia, com espaço lounge, servindo chopes, cervejas (tailandesas e internacionais), coquetéis e vinhos importados de várias partes do mundo. Já o segundo bar fica instalado na recepção — indicado para reuniões — oferece opções de cafés, coquetéis, vinhos e cervejas.

    Por fim, se sua intenção é nem sair de suas acomodações, o serviço de quarto é impecável e oferece todos os itens do Sala Restaurant.

    Algumas das opções de cardápio e confortos oferecidos | Imagens de divulgação do Resort
    Video oficial de divulgação do SALA Phuket

    QUER CONHECER MAIS PROJETOS COMO ESTE?

    A cultura tailandesa é influenciada por muitos povos e nações. O projeto desenvolvido pelo Department of ARCHITECTURE reflete essa influência e imerge o hóspede numa experiência profunda com a natureza.

    Conforme mencionados antes, outro grande destino paradisíaco na Tailândia é Koh Samui. Temos um artigo falando de um maravilhoso hotel que foi construído à beira mar e convida o hóspede a sentar-se com um livro na mão enquanto contempla beleza natural e luxo inigualáveis.

    The Library Samui.
    The Library Samui, o hotel que respira leitura | Cortesia do Hotel
    Referências
    * Valores e cardápio pesquisados na data de redação deste post, podem não refletir os valores e informações atuais. Em caso de dúvidas, entre em contato com o resort no número indicado no topo deste artigo.
    Site oficial do hotel
    Entrevista de Amata Luphaiboon à Stir World
    Kenwood Travel
    Mr. And Mrs. Smirth
    Telegraph
    Kuoni
    The Architizer
    DesignToDesign
    Mr. And Mrs. Smirth
    📷 Fotografias por Wison Tungthhunya
     
    Fernando França

    Fernando França

    Formado em Gestão Empresarial, apaixonado por Design, escritor por vocação. Fernando tem mais de 7 anos de experiência gerenciando e desenvolvendo negócios na área de Gastronomia. Eterno pesquisador de tendências, devora informações sobre projetos que unem estética, função, empatia e sustentabilidade. Veio ao projeto Dona Arquiteta para contribuir com o que pode haver de melhor sobre o assunto.

    Comentários(0)

    Publique um Comentário