Arquitetura inglesa no radar: um pequeno guia do que visitar no país
Inglaterra | N/A

Arquitetura inglesa no radar: um pequeno guia do que visitar no país

Escrito por Fernando França | Publicado em:
5/5 - (1 vote)

Este blogpost foi escrito por humanos e não foi patrocinado. Apesar disso, se você comprar através de nossos links, nós ganhamos uma comissão.

A arquitetura inglesa influenciou bastante na construção de edifícios residenciais, industriais e monárquicos ao longo dos séculos. Hoje, a Inglaterra continua a formar grandes arquitetos e erguer obras imponentes.

Nessa coletânea, exploramos como a arquitetura inglesa pode ser visitada em algumas cidades do país e quais lugares marcam presença aqui no Dona Arquiteta.

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

A arquitetura inglesa

Historicamente, a Inglaterra é conhecida por sua arquitetura gótica, exemplificada em monumentos como a Catedral de Canterbury e a Abadia de Westminster.

São edifícios que chamam a atenção por seus arcos apontados, vitrais e uma quantidade impressionante de detalhes esculpidos que demonstram a habilidade dos artesãos da época — e a importância da igreja na vida e arquitetura inglesa.

Entrada da abadia de Wesminster - Inglaterra
Entrada norte da Abadia Real de Westminster | Foto: banco de imagens (reprodução)

A arquitetura georgiana e vitoriana introduziu um novo capítulo com construções que enfatizavam a simetria e as proporções clássicas. São edifícios que marcam a identidade inglesa, estão presentes em bairros residenciais bem planejados e em edifícios públicos majestosos como o Palácio de Westminster.

Mas uma viagem à Inglaterra não se reserva apenas a conhecer arquitetura do passado. No contexto contemporâneo, arquitetos ingleses como Norman Foster e Zaha Hadid (que nasceu no Iraque, mas tinha cidadania britânica) foram pioneiros em levar a arquitetura para uma nova era.

Foster, por exemplo, é conhecido por seu trabalho no edifício do Parlamento Alemão, o Reichstag, e a Millenium Bridge em Londres. Hadid, por sua vez, foi notável por suas formas fluidas e dinâmicas, que podem ser vistas no Aquatics Centre em Londres

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Se você é um entusiasta da arquitetura e está planejando uma viagem para a Inglaterra, selecionamos aqui alguns lugares incríveis para conhecer. A grande maioria está localizada na capital, mas também há destinos no interior inglês que marcam presença aqui no Dona Arquiteta.

Confira um breve panorama sobre as cidades do nosso radar e nossos conteúdos sobre viagens e arquitetura inglesa:

Londres

Arquitetura de Londres, Big Ben, parlamento inglês e centro londrino
Centro de Londres, com o Big Bang e o Parlamento ao fundo | Foto: banco de imagens (reprodução)

Londres é uma cidade extraordinária, que mistura o passado, o presente e o futuro de maneira singular. A capital da Inglaterra é um lugar ideal para os apaixonados por arquitetura e design contemporâneos.

Um dos símbolos da arquitetura londrina é o The Shard, o arranha-céu mais alto da Europa Ocidental, projetado pelo italiano Renzo Piano. O edifício tem 310 metros de altura e oferece uma vista panorâmica de 360 graus da cidade, além de abrigar escritórios, restaurantes, bares, um hotel e um observatório.

The Shard, um belo lugar para admirar Londres.
Visão a partir de um dos hotéis instalados no The Shard | Foto: Shangri-la Hotel (reprodução)

Outra construção icônica é a London Eye, a roda-gigante mais alta do mundo, que fica às margens do rio Tâmisa. Com 135 metros de diâmetro, a estrutura foi inaugurada em 2000 para celebrar a virada do milênio e se tornou um dos cartões-postais da cidade.

Em cada uma das 32 cápsulas da London Eye, que representam os 32 distritos de Londres, é possível apreciar pontos icônicos da cidade e da arquitetura inglesa como o Big Ben, o Parlamento e a Catedral de São Paulo (St. Paul)

Para quem gosta de design, Londres oferece uma variedade de museus, galerias e lojas que exibem o que há de mais criativo e inovador no cenário mundial.

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Um exemplo é o Design Museum, que fica em um prédio reformado pelo arquiteto John Pawson e conta com uma coleção permanente dedicada à história do design, desde o século XX até os dias atuais. O museu também organiza exposições temporárias sobre temas como moda, design gráfico, arte digital e interiores.

Outro destaque é o Tate Modern, o museu de arte moderna mais visitado do mundo, que ocupa uma antiga usina elétrica na margem sul do rio Tâmisa. O edifício, que foi transformado pelos arquitetos suíços Herzog & de Meuron, tem uma arquitetura imponente e uma chaminé de 99 metros de altura. O museu abriga obras de artistas como Picasso, Matisse, Dalí, Warhol, Pollock e Kandinsky, entre outros.

Londres é uma cidade que surpreende e encanta os visitantes com sua diversidade, dinamismo e beleza. Uma cidade que respira arquitetura inglesa contemporânea e design, e que convida a explorar suas ruas, seus parques, seus monumentos e sua cultura. Uma cidade que não se pode deixar de conhecer.

Onde ficar em Londres:

Lugares para fazer compras e conhecer o design londrino:

Museus incríveis em Londres:

Onde comer em Londres

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Eventos de design em Londres

Confira aqui dois dos principais eventos de arquitetura e design que acontecem em Londres. É bom tê-los no radar na hora de planejar sua viagem:

London Design Fair

O London Design Fair é uma das maiores e mais importantes feiras de design do mundo. Apesar da edição de 2024 ter sido adiada (sem nova data), ela costuma acontecer anualmente em setembro.

O London Design Fair é uma oportunidade única de se inspirar e se atualizar sobre o que há de mais novo e relevante no mundo do design — mas muito além da arquitetura inglesa.

London Design Festival

O London Design Festival é um dos maiores eventos de celebração do design no mundo, que acontece em paralelo ao London Design Fair, em diversos locais da cidade.

O festival visa promover a criatividade e a inovação, e mostrar como o design pode transformar a vida das pessoas e dos lugares. O festival conta com mais de 400 atividades, que incluem exposições, instalações, tours, oficinas, debates e prêmios. Você pode explorar as diferentes áreas de design, como moda, arte, arquitetura, tecnologia, sustentabilidade e muito mais.

Você também pode admirar as obras de artistas e arquitetos que criam intervenções urbanas que desafiam e encantam os visitantes. O London Design Festival é uma experiência imperdível para quem quer se surpreender e se divertir com o design.

O evento reúne mais de 500 expositores de mais de 40 países, que apresentam as últimas tendências e inovações em design de interiores, móveis, iluminação, têxteis, cerâmica e muito mais. Você pode conferir as obras de designers renomados e emergentes, participar de palestras, workshops e instalações interativas, e se conectar com profissionais e entusiastas do setor.

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Salford

Salford, localizada no Grande Manchester, na Inglaterra, oferece uma mistura única de patrimônio industrial e inovação moderna.

A cidade é conhecida por sua proximidade com Manchester, mas tem uma identidade própria, marcada por uma atmosfera mais tranquila em comparação com a vizinhança agitada.

Historicamente, Salford foi um importante centro durante a Revolução Industrial, o que ainda é evidente em sua arquitetura e nos remanescentes de fábricas ao longo dos canais. O moderno Salford Quays, uma vez um vibrante porto interno, agora é um exemplo notável de regeneração urbana.

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Aqui, encontra-se o MediaCityUK, que se transformou em um hub para a mídia criativa, abrigando grandes entidades como a BBC e a ITV.

Além do MediaCityUK, Salford possui várias atrações arquitetônicas e culturais.

A Universidade de Salford é um centro de inovação em design e tecnologia, atraindo estudantes e profissionais de todo o mundo. Para os interessados em arte e história da Inglaterra, o Salford Museum and Art Gallery apresenta uma coleção fascinante que retrata a história local, incluindo a vida na vitoriana Lark Hill Place.

Nas ruas, a arte se manifesta de forma vibrante, especialmente com a proliferação de murais e arte de rua no bairro de Greengate, revitalizado para estimular a comunidade criativa local.

Onde comer em Salford

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Winchester

Winchester é uma cidade inglesa repleta de charme histórico, situada no condado de Hampshire.

A cidade é dominada pela imponente Catedral de Winchester, um dos maiores exemplos da arquitetura gótica na Europa. A catedral não é apenas um lugar de culto, mas também um marco que narra a história da Inglaterra através de seus vitrais, esculturas em pedra e monumentos memoriais. Este local é essencial para entender a evolução do design religioso na Inglaterra.

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Um aspecto interessante de Winchester é seu compromisso com a preservação de sua herança arquitetônica enquanto se adapta às necessidades modernas.

Isto é evidente no Winchester Discovery Centre, que combina uma biblioteca tradicional com espaços de arte e exposições, mostrando como espaços históricos podem ser reutilizados de maneira inovadora.

Para aqueles interessados na intersecção entre arquitetura inglesa e natureza, os Jardins da Abadia de Winchester oferecem um retiro tranquilo do ambiente urbano. O excelente design paisagístico inglês oferece um bem-vindo contraste com a arquitetura gótica da cidade.

A escritora Jane Austen, que passou seus últimos dias na cidade, e sua casa, agora um museu, reflete a estética do início do século XIX.

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Historicamente, Winchester foi a capital da Inglaterra durante o reinado de Alfredo, o Grande, no século IX, antes de Londres assumir essa posição. Essa herança faz de Winchester um local de significado histórico para a Inglaterra, e toda a arquitetura europeia medieval.

Lojas para conhecer em Winchester:

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

York

A histórica York é uma cidade encantadora, cheia de atrações culturais e arquitetônicas que remontam à época romana. Entre os seus destaques estão a majestosa Catedral de York, o imponente Museu Nacional Ferroviário e as pitorescas ruas medievais do centro.

Mas se você quiser fugir da agitação da cidade e explorar uma paisagem rural idílica, não deixe de visitar a vila de Hawthorn, a cerca de 20 quilômetros de York. Lá, você encontrará uma comunidade acolhedora e tranquila, rodeada de campos verdes e florestas. Você poderá desfrutar de caminhadas, passeios de bicicleta ou piqueniques ao ar livre, admirando a beleza natural da região.

Hawthorn também tem um rico patrimônio cultural, com uma igreja do século XII, uma escola do século XVIII e um museu dedicado à vida e obra do escritor Thomas Hardy, que nasceu e viveu na vila. Por lá há casas históricas, pubs tradicionais e as lojas de artesanato.

Hawthorn é um cantinho que representa e manifesta toda a autêntica experiência do interior inglês, com uma simples (e ainda assim sofisticada) arquitetura tipicamente inglesa.

Onde ficar e beber em Hawthorn:

PUBLICIDADE

FIM DA PUBLICIDADE

Se você é um apaixonado por arquitetura e quer conhecer mais sobre os diferentes estilos e influências que marcaram a Europa, não deixe de conferir os nossos outros conteúdos sobre o tema.

Também temos dicas de lugares incríveis na Itália, onde você pode admirar desde as obras-primas do Renascimento até as construções modernas e sustentáveis.

E se você quer ficar por centro das nossas novidades, não deixe de cadastrar na nossa Newsletter e nos acompanhar no Instagram.

Leia também:

referências

*Atenção: Preços tomam como base a data de redação deste conteúdo. Podem sofrer alterações a qualquer momento e sem aviso prévio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top